sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

MOME Experience - Festa de Inauguração

 Isabel Nogueira
 Jade Alvim - RP; João Magalhães - Proprietário e Isabel Nogueira
Bar de Cocktails - Piso 1


MOME na 24 de Julho
FESTA DE INAUGURAÇÃO exclusiva

Abriu um novo espaço na noite de Lisboa - MOME Experience, de João Jordão  Magalhães, no icónico edifício da 24 de Julho, que já foi Kapital e Main. A Festa de Inauguração foi ontem à noite.

Remodelado, é um novo conceito em 3 pisos, com funções distintas em cada um deles. Assim para dançar, existe a discoteca Club, no piso 0; um bar para cocktail, com Dj no piso 1; e, o restaurante no piso 2, que só abrirá em Fevereiro.

Até Fevereiro estará aberto de 4ª feira a sábado e em Fevereiro já com o restaurante a laborar, estará aberto de 2ª a sábado.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Hotel WHITE Lisboa - Um Oásis em Lisboa

 A Recepção do Hotel WHITE Lisboa
 A recepção do Hotel WHITE Lisboa 
 O lobby de entrada
 Lounge da recepção com acesso ao PC e a cortesia de uma água aromatizada
 O lounge para pequenos-almoços 
O Quarto Deluxe
 Moderno, acolhedor, confortável, tranquilo
 Local de leitura 
 Cofre e bar
  Mimos do Hotel - bolachinhas e água
Pequeno almoço
 O Buffet
Escada de acesso aos balneários
 Pormenor da instalação de luzes na escada de acesso aos balneários e à piscina
 Piscina no terraço - 9º piso
Isabel Nogueira - A desfrutar de uma manhã soalheira no terraço junto à piscina com vista sobre a cidade


Hotel WHITE Lisboa - Um refúgio na Capital

Uma nova experiência em Lisboa

Lisboa ganhou um novo 3 estrelas, moderno, confortável, acolhedor, o Hotel WHITE Lisboa, localizado no coração empresarial da capital portuguesa, na Avenida da República, 9 (junto ao Saldanha).

Apesar de estar a funcionar há cerca de um ano, eu ainda não tinha tido oportunidade de o visitar.

Aproveitei o facto de ter que me deslocar a Lisboa, para o Baile de Natal 2017 e decidi que seria uma excelente oportunidade para o descobrir.

Ao entrar no Hotel WHITE Lisboa, para proceder ao check-in, a impressão é agradável, uma atmosfera clean e peaceful. A simpatia de quem me recebe, o atendimento profissional, impressionam pela positiva logo à partida. No mesmo piso da recepção alguns serviços disponibilizados como wifi, o acesso ao PC, para envio de email e a cortesia de uma água aromatizada, para relaxar.

Um lounge para pequenos-almoços em buffet.

O meu quarto, no sétimo piso, bonito, moderno, acolhedor, super confortável, tranquilo, com a particularidade de ter um cofre de fácil  manuseamento, um bar e mimos de cortesia. 

Após o diversificado pequeno-almoço buffet no lounge, subi ao terraço, situado no nono piso, onde está a piscina, mas antes registei o pormenor da instalação de luzes na escada de acesso ao balneários. Já na zona da piscina, desfrutei de uma agradável e desafogada vista sobre uma Lisboa soalheira no dia 17 de Dezembro de 2017.

Recomendo vivamente!

domingo, 17 de dezembro de 2017

Baile de Natal 2017 no Hotel Ritz Lisboa

  Isabel Nogueira
Vestido - Gio Rodrigues - Couture

 Gilda Paredes Alves
 Amália Philipp
 José Moutinho
 Maria José Galvão de Sousa e Humberto Leal
 Emily Liu e Max Boom
 Janine Kruse e Dirk Cluckers
 Marion e Udo Kruse
 Marion, Udo e Janine Kruse
 Leonor Balancho e Luís Carrilho Ribeiro
 Teresa Pinto Coelho e António Vilar
 Gilda Paredes Alves, Marianela Mirpuri e
 Leonor Balancho, Ilda e Horácio Preto, Gilda Paredes Alves, Luís Carrilho Ribeiro
 Isabel Nogueira
  Manuela Moita Jeffree
 Isabel Nogueira e Emily Liu
Espectáculo
 Flora Torralvo
 Tango - Marco di Camillis e Anna Arizza
  Tango - Marco di Camillis e Anna Arizza
 Canto lírico -  Herança Costa Campos
Após o desfile de  Micaela Oliveira, a anfitriã entrega o cheque €5000,00 ao presidente da Comunidade Vida e Paz 
 Eduardo Mota e Gilda Paredes Alves
 Isabel Nogueira e Eduardo Mota
 Maria José Galvão de Sousa e Humberto Leal
 Marco de Camillis - Mestre do Tango Argentino e Isabel Nogueira
 As decorações natalícias do Ritz
 Baile
  Baile
Usei jóias Secrets Portugal by Gil Sousa
Fim de Festa

Baile  de Solidariedade by Gilda Paredes Alves

Com Lotação Esgotada

O Hotel Ritz Four Seasons Lisboa, acolheu ontem à noite, a 4ª edição do Baile de Natal, organizado por Gilda Paredes Alves, cuja receita reverteu a favor da Comunidade Vida e Paz.

Após um welcome drink, foi no decurso de um muito participado jantar solidário, com a capacidade da sala esgotada, 240 participantes, que a anfitriã entregou o cheque de cinco mil euros, ao presidente da Comunidade Vida e Paz, para os Sem Abrigo de Lisboa.

No evento apresentado por José Moutinho e Flora Torralvo, a animação incluiu violinos, tango, canto lírio e o desfile de alta costura de Micaela Oliveira.

Os vinhos servidos foram Fita Preta e a banda Stefano Saturnini animou a pista de dança.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Egoísta - Dezembro 2017 - Doce


Doce ser

Ditosa língua esta, a portuguesa, a que Pessoa chamou a sua Pátria.
Resiliente, também: enfrenta as intentonas de um espúrio Acordo Ortográfico e sobrevive, incólume, na semântica dos que pensam - e escrevem - pela própria cabeça.
Na pujança do seu léxico, eis que cada vocábulo se desdobra numa multiplicidade de sinónimos e, não raro, cada sinónimo se espraia em duplos sentidos.
Tal como a palavra Doce - na sua acepção gastronómica ou enquanto expressão imaterial.
Pois que Doce, guloseima, e Doce, postura humanística, não se confundem, embora se conciliem no prazer da sua fruição.
Até eu, impenitente adepto de suculentas sobremesas, sei que nelas há limites para a glicemia, mas ilimitadas são as dádivas de uma Doce serenidade que inspire a difícil arte de viver.
Porque é arte, mais que ciência, o dilema de existir: como se a vida fora um enigma camuflado em mil explicações; como se a aura da verdade pudera esconder-se em sombras de mentira...
Viver é mergulhar nesse paradoxal vórtice que nos abraça e divide. É sobrevoar densas nuvens de fracturantes compromissos entre anseios e abdicações, aspirações e tolerâncias, ambições e despojamentos.
Mas compromissos que se apaziguam na Doçura de um gesto, qual ensejo que nem carece de exibir-se para que a sua falta seja sentida.
Pois a doçura nem precisa de estar perto; basta que esteja por dentro.
Eis, então, que esse dom se desdobra em sinfonia de sentimentos, como se a multidão dos seus sinónimos se orquestrasse na pauta de uma escala musical em hino de louvor à vida.
Como um dom que emerge da vocação: nasce do berço e o seu primeiro assomo é o Doce sorriso de uma mãe...
Depois, é na vida a escola do seu percurso: educa-se nos verdes anos, nutre-se na maturidade.
Mas, em modo Doce, cada dia é uma vida, pese embora um dia a menos na rota para o seu desfecho...
Percurso ingrato, como diria Mia Couto: "a vida é um beijo doce em boca amarga".
Porém, esse é um repto que vale a pena enfrentar, pois é mais Doce o perdão do que a agrura do remorso!
E ser Doce não é prémio que espere recompensa: é dádiva de entrega, é gesto de estar, é acto de amor ao próximo, compromisso de humanismo...
De tão nobre, nem conhece o excesso: na Doçura, a demasia é, apenas, suficiência.
Ainda que, na sua dádiva, ultrapasse o que outros possam merecer...
Eis porque "Doce" é o tema desta edição de Natal.
E lamento que só o seja nesta época festiva.
Porque o Natal é mais, muito mais, do que uma festa de luzes, de risos de crianças, de prodigalidade em doces guloseimas, de euforia de presentes, de partilha de afectos, de reciprocidade de auspícios.
Também é - ou deveria ser - um hiato de agridoce reflexão.
Reflexão cerzida na saudade de cadeiras que, vazias, vão sobrando numa ceia natalícia...
Reflexão sobre nós próprios, no somatório de tantas falhas cometidas em cada dia de um ano, falhas que não se redimem nas furtivas promessas de uma noite de Natal...
Reflexão, enfim, sobre o que deixámos de estar e de dar de nós próprios em omissão ao Doce ensejo de um gesto amigo, de uma mão em ombro cansado, de um beijo em face carente, de um sorriso em desalento, de uma lágrima em olhar emudecido.
Talvez porque o Natal seja, afinal, a festa do coração...
E não o sentindo, não tendo o Natal no coração, jamais o encontraremos sob a árvore em que julgamos celebrá-lo!
Urge, pois, encontrar esse Natal, para que o desalento renasça em esperança, para que a esperança floresça em desígnio, para que o desígnio nos preencha a vida!
Como se, por milagre, um estado de espírito se convertesse em Espírito de Estar...
Como se, de tão Doce, esse Estar passasse a Ser!

Editorial de Mário Assis Ferreira

A revista “Egoísta” está à venda no Clube IN do Casino Estoril e do Casino Lisboa. A “Egoísta” tem, ainda, uma campanha de assinaturas e está disponível em www.egoista.pt

sábado, 9 de dezembro de 2017

Clínica Milénio - Gala do 21º Aniversário no Casino Estoril

 Isabel Nogueira
 Ângelo Ribeiro - Cirurgião Plástico (Médico) proprietário da Clínica Milénio
 Fátima Lopes e Ângelo Rebelo num show de dança em palco
 Fátima Lopes e Ângelo Rebelo na recepção aos convidados
 Fátima Lopes
 Fátima Lopes, Ângelo Rebelo e Ana Carreteiro
 Fátima Lopes e Sofia Aparício
 Choi Man Hin e Miu Fong Leng
 José Carlos Pereira (Zeca)
 Paulo Sassetti e Cláudia Jacques
Joana Alvarenga e Heitor Lourenço
 Zé Manel e Maria Andrade
 Bibá Pitta e Fernando Gouveia
 Maria José Galvão de Sousa e Humberto Leal
 José Castelo Branco
 José Maria Tallon e Ana Rego
 Piedade Belas e João
 Guilherme e José Castelo Branco
 Rita Mendes e Hugo Caetano
 José Carlos Antunes e Serenella Andrade
 André Nascimento, Jorge Correia de Campos e Eduardo Mota
 João Rolo
 Ana Costa Alves e Reinoud Sloet Tot Everlo
 Leonor Balancho e Luís Carrilho Ribeiro
 Isabel Nogueira
 Pedro Alves e Marisa Cruz
 Júlio Quaresma e Rodrigo Celes
 Paulo Sassetti, Cláudia Jacques, Isabel Nogueira e Gonçalo Perestrello
 Jorge Correia de campos, Cinha Jardim, Bibá Pitta e André Nascimento
 Gonçalo Perestrello, Isabel Nogueira, João Libério e Henrique Brust
 Isabel Nogueira
Espectáculo
 Wanda Stuart
 Zé Manel e Diana Monteiro

 João Gil
 Wanda Stuart
O Final do Espectáculo

Festa Cinema da Milénio
Salão Preto e Prata


Sob o tema Cinema, realizou se ontem à noite, no Salão Preto e Prata do Casino Estoril, a Gala do 21º aniversário da Clinica Milénio, do  médico, cirurgião plástico, Ângelo Rebelo.

Após a recepçao aos convidados e depois de um requintado jantar, foi ao som "Da minha casinha" dos Xutos e Pontapés, que Rui Pregal da Cunha, arrancou das cadeiras os convidados, em homenagem a Zé Pedro. Estava dado o início ddo espectaculo e abertura da pista de dança.

Uma animação constante, com a pista de dança ao rubro, dezenas de artistas e figuras públicas, subiram ao palco, entre músicos, cantores e balarinos, para animar a festa, relembrando as músicas dos melhores filmes de sempre.

Muitos parabéns!


Eu usei jóias Secrets Portugal